Mãe de primeira viagem Weblog



A Chegada do presente!

Passei o último mês indo pelo menos uma vez por semana no hospital, pois qualquer coisinha diferente já queria ir logo, sem ficar esperando muito.

Então na terça-feira dia 04/03/2008, fui mais uma vez passear no hospital, já estava com 6cm de dilatação, mas não tinha as contrações, a medica então pediu para que eu voltasse na quinta feira dia 06, mas se sentisse qualquer coisa antes que eu corresse para o hospital.

Na quinta feira acordei umas 7h, tomei banho, tomei café, então fui acordar o Anderson para irmos ao hospital com a minha mãe, para a médica dá uma olhadinha, ouvir o coração da Larissa.

Quando cheguei no hospital minha dilatação já tinha aumentado de novo, tinha chegado a 8cm e o coração da neném estava um pouquinho acelerado. A médica então informou que ia me internar para induzir as contrações e assim a Larissa poder nascer.

Eu olhei pro Anderson e suspiramos… putz vai ser agora!!!!

Sai dá sala falei com a minha mãe e começamos a ligar, pro meu pai, minhas irmãs, para os pais do Anderson, os avós dele. E para minha Tia que ia levar minha mala e a da Larissa, foi quando percebemos que tínhamos deixado ela trancada dentro de casa, sem chave.

Enquanto fui pra sala de pré-parto, minha mãe foi pra casa soltar minha tia, o Anderson ficou preso dentro do elevador e eu sozinha na sala de pré-parto, ainda tentando descobrir o que era uma contração.

Foi quando senti uma dorzinha… e falei pra enfermeira acho que senti uma! Ela deu uma risada, e ligou pra médica.

Na sala junto comigo tinha uma outra mãezinha, mas ela estava em trabalho de parto, com contrações, dores fortes e eu olhava pra ela e só pensava eu não sinto metade do que ela sente.

A médica então chegou e foi dá uma olhada como estava o processo, e imediatamente chamou o anestesista pois já tava chegando e ia ser muito rápido.

Então começou uma contração atrás da outra. O Anderson entrou na sala de parto e a médica explicou como seria, onde segurar, como fazer a força… e lá vamos nós.

Faz força!!! Mais uma vez… mais uma e pronto!!!

Pronto… que coisa mais pequena, rosinha, amassadinha lindinha… e com os olhos cheio de lágrimas olhei para o Anderson e as lágrimas também escorriam pelo seu rosto.

Aquela pessoinha toda pequenininha, tinha cabelinhos, a boquinha de coração, a mãozinha com dedinhos perfeitos… e fazia um biquinho tão lindo pra chorar!!!

Nossa o meu presente de Deus finalmente chegou!!!! Chegou do jeito que eu sonhei que fosse… linda…perfeitinha… que vontade de nunca mais soltar!!!

Que medo enorme de perder ela, que medo de não ser merecedora dela, de decepcionar a minha filhotinha que foi tão esperada, desejada, sonhada…

Como que em 1 segundo uma vida pode mudar tanto?? Como em 1 segundo todos os sentimentos passam a ser tão pequenos e ao mesmo tempo tão intensos???

Como uma pessoinha tão pequena e indefesa pode fazer uma pessoa adulta mudar todos os seus conceitos, preconceitos, sentimentos, fé, sentimentos, atitudes??

Eu ainda não sei como ela faz isso, simplesmente sinto as mudanças que ela causa em mim. E agradeço todos os dias pelo meu presente, por ela ter me escolhido como mães, para compartilhar sua vida tão cheia de luz comigo.  

About these ads

Trackbacks & Pingbacks

Comentários

  1. * Carol says:

    Que lindo post! Adorei!
    Ai…ai…que vontade de ter um pra mim também. :-)
    Beijo pra vcs e parabéns pelo seu presente, vc merece!

    | Resposta Publicado 6 years, 2 months ago


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: